Em busca de escala

Em busca de escala

Os bancos precisam melhorar em inovação e as fintechs, ganhar escala, diz o estudo Digital Disruption – How FinTech is Forcing Banking to a Tipping Point , do Citi GPS

Apesar de todo o investimento e especulação contínua sobre a ameaça aos bancos, apenas cerca de 1% dos consumidores norte-americanos de produtos bancários migraram para novos modelos digitais. Embora as fintechs tenham a vantagem da inovação, as instituições financeiras tradicionais ainda ganham em termos de escala e ainda não atingiram o ponto de inflexão da interrupção digitais tanto no EUA ou Europa. Dado o crescimento dos investimento em fintechs, porem, não é provável que continue assim por muito tempo.

Na China, por outro lado, as fintechs já têm escala e inovação. A Índia é o segundo maior mercado para fintechs no momento.

Os mercados emergentes têm muitas vezes uma elevada percentagem da população sem conta bancária, relativamente fracos bancos de consumo, e uma elevada penetração de telefones celulares. Assim, eles estariam maduros para aceitar bem as fintechs. Não surpreendentemente, os formuladores de políticas enxergam as fintechs como parte de a solução para a inclusão financeira, afirma o relatório.

Veja, no gráfico abaixo, extraído do estudo, que na Europa, Estados Unidos e países nórdicos a tendência é de forte redução do número de agências bancárias por cada 100 mil adultos até 2025.

33671-agenciasbancosemqueda

 

Queremos saber sua opinião:

EnglishPortuguês