Fintechs nas Bolsas

Fintechs nas Bolsas

Pode ser cedo ainda para o Brasil, mas, cedo ou tarde, a tendência vai chegar aqui também: fintechs abrindo o capital nas bolsas de valores e buscando recursos para investir é um movimento cada vez mais comum no mundo. Porque não criar um mercado de acesso para elas aqui na BM&FBovespa? #ficaadica

 

 

Na semana passada, a Deutsche Börse, maior bolsa da Europa, anunciou a criação de um novo fundo de venture capital para investir apenas em fintechs, segundo informa o Financial Times. Chamado DB1 Ventures, o fundo vai fazer novos investimentos na tecnologia emergente e descarregar algumas das suas participações minoritárias existentes em outras startups. Fundos semellhantes no mundo todo levantaram US$ 14,4 bilhões para financiamentos nas fintechs no ano passado.

Certamente, o objetivo é levar essas fintechs ao pregão quando amadurecerem.

Na Nasdaq, a bolsa de tecnologia dos EUA< já existem muitas delas sendo negociadas. NA Austrália, recentemente três fintechs anunciaram a intencão de fazer seus IPOs: ChimpChange, Kyckr and Coassets. As duas últimas pretendem fazer as ofertas por meio de outra fintech australiana listada, a OnMArket Book Build. A startup afirma que o primeiro portal de acesso livre para levantamento de capital no mercado.

Porque não criar um mercado de acesso para elas aqui na BM&FBovespa?

#ficaadica

 

 

 

 

 

Queremos saber sua opinião:

%d blogueiros gostam disto: