O que 2017 reserva para as FTK no Brasil

A discussão envolvendo a abertura de APIs dos bancos,a evolução do blockchain no Brasil, as mudanças regulatórias propostas pelo governo e as abordagens que os bancos trarão em 2017 para lidar com o boom das fintechs. Estes são os principais desafios para o setor, segundo relatório divulgado pela Conexão Fintechs. 

José Prado, fundador do Conexão Fintech, aponta que este ano será importante para as instituições tradicionais se posicionarem neste mercado e reverem sua cultura interna com mais profundidade.

Outro ponto destacado no estudo coloca as startups de outros setores, como marketing e recrutamento de novos talentos, no radar do mercado mercado financeiro. “Muitas iniciativas têm grande potencial de sinergia com os bancos”, diz Prado. “Há várias brechas para melhorar a eficiência de operações que hoje são feitas por fornecedores tradicionais ou por áreas internas da empresa.”

Leia o relatório completo  aqui

 

José Prado Villela dos Reis

José Prado Vilela, do Conexão Fintechs

 

 

Queremos saber sua opinião:

EnglishPortuguês
%d blogueiros gostam disto: