Mobile banking dispara, diz Febraban

Mobile banking dispara, diz Febraban

As operações via mobile banking disparam e podem representar em breve, a metade das transações bancárias no Brasil. A previsão é da Febraban, e consta do último relatório sobre tecnologia bancária divulgado pela entidade em junho. O estudo é realizado em parceria com a consultoria Deloitte.

As transações via mobile representaram 39,4% dos 90 bilhões de transações em 2019.

O smartphone torna-se “cada vez mais um canal chave para contratação de produtos e transações financeiras, com crescimento acentuado em operações de investimentos, seguros e depósitos virtuais”, diz o estudo.

O cliente do mobile banking acessa o seu banco 23 vezes ao mês, sendo que os heavy users – que representam 51% dos clientes neste canal – acessam o seu Banco em média 40 vezes.

A 28ª edição da pesquisa apresentou duas fases de coleta de dados: uma quantitativa via formulário e uma qualitativa via entrevistas em profundidade. Segundo a Febran, 22 bancos responderam o questionário, o que representa 90% dos ativos da indústria bancária no País, e 10 executivos da área de tecnologia bancária concederam as entrevistas.

Foram incluídas informações de dados públicos e de pesquisas da Deloitte, além de opiniões de executivos do setor.

Queremos saber sua opinião:

EnglishPortuguese