CVM estuda popularizar acesso a investimentos estruturados

CVM estuda popularizar acesso a investimentos estruturados
Foto por Element5 Digital em <a href="https://www.pexels.com/pt-br/foto/cedula-conteiner-democracia-dia-da-votacao-1550337/" rel="nofollow">Pexels.com</a>
Reading Time: < 1 minute

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) colocou no ar a pesquisa Requisitos para Investimentos em Valores Mobiliários que visa avaliar a oportunidade de popularizar o acesso a investimentos estruturados.

O resultado vai ajudar a Assessoria de Análise Econômica e Gestão de Riscos (ASA) a produzir um estudo de análise de impacto regulatório (AIR) sobre os requisitos gerais para investimentos em valores mobiliários.

Segundo Bruno Luna, chefe da ASA, atualmente produtos de securitização e de private equity & venture capital são restritos principalmente a investidores qualificados, que possuem investimentos com valor superior a R$ 1 milhão. Mas, diante do cenário econômico do Brasil, com aumento relevante no número de brasileiros investindo nos mais diversos produtos financeiros nos últimos anos, a CVM priorizou para 2020 a elaboração de um estudo para analisar os impactos em possíveis alterações nos requisitos gerais para investimento em valores mobiliários.

A mudança, se concretizada, deve beneficiar as finrechs tanto do ponto de vista da oferta de produtos de investimento para mais pessoas; quanto do ponto de vista de receber financiamentos para crescer de investidores de varejo.

O prazo para responder a pesquisa termina no dia 24, quinta-feira.

“Essa mudança de atuação do investidor brasileiro pode ter alguns fatores estimulantes, como novas plataformas de investimentos, ampliação na oferta de produtos e o atual cenário de juros, em níveis historicamente baixos. Essa nova realidade fez com que priorizássemos a realização de um estudo de análise de impacto regulatório (AIR) sobre os requisitos gerais para investimento em valores mobiliários. Entender o investidor nesse momento é fundamental para a elaboração desse estudo”, comentou Bruno Luna.

Queremos saber sua opinião:

EnglishPortuguês
error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: