Investimento anjo supera R$ 1 bi em 2019; fintechs ficam com 52%

Investimento anjo supera R$ 1 bi em 2019; fintechs ficam com 52%

O investimento anjo alcançou a marca de R$ 1,067 bilhão investidos em 2019, um crescimento de 9% em relação ao ano de 2018, recuperando a queda de 0,4% de 2018 em relação ao volume aportado em 2017. O setor de preferência desses investidores foi o das fintechs, que absorveram 52,1%, seguido de empresas de softwares.

Os dados fazem parte da pesquisa  realizada pela Anjos do Brasil (www.anjosdobrasil.net), organização sem fins lucrativos que fomenta o investimento anjo e apoia o empreendedorismo inovador no país.  

O volume investido ultrapassou a barreira de bilhão pela primeira vez desde o início da série histórica (2010). O número de investidores apresentou um crescimento expressivo de 6% chegando a 8.220. Tanto o volume de investimentos como o número de investidores ultrapassando as projeções efetuadas no ano anterior.

A pesquisa também levantou a perspectiva dos investidores para2020 após o início da pandemia e os resultados indicam uma queda de pelo menos 10% em relação a 2019 se não houver nenhuma ação para reverter a mesma. Quando consideramos que, antes da pandemia a projeção era de 2020 apresentar um crescimento percentual no volume investido maior que o ocorrido no ano anterior, estima-se uma perda relativa acima de 20%.

Embora a pesquisa revele um pessimismo por parte dos investidores anjo, até agora em 2020 as startups não tem sofrido com falta de recursos. Segundo a plataforma Sling Hub, somente as fintechs receberam um total de R$ 11 bilhões em investimentos, de diversas fontes diferentes.

Queremos saber sua opinião:

EnglishPortugueseSpanish