“Depois do PIX, as fintechs vão se reinventar”, diz Carlos Netto, CEO da Matera

“Depois do PIX, as fintechs vão se reinventar”, diz Carlos Netto, CEO da Matera

Em entrevista ao programa SÓ_CEOs, no canal do Youtube do Fintechs Brasil, Carlos Netto, sócio fundador e presidente da Matera, o PIX vai obrigar as fintechs a mudar seu foco.

“Democratizando e simplificando o acesso a pagamentos, o PIX transforma o serviço em commodity. Se por um lado facilita a vida das fintechs, que não mais precisarão fazer acordos individuais com fornecedores como empresas de consumo, por outro, ser um meio de pagamento digital deixa de ser um negócio em si”, afirma.

Segundo Netto, que participou do grupo de trabalhos no Banco Central para o desenvolvimento do PIX, o que vai determinar o sucesso de uma fintech daqui para a frente será a qualidade das suas percerias. “Agora é a hora de agregar valor, fazer parcerias com quem já tenha ecossistemas, com quem já tem transações, com indústrias, com empresas de vendas diretas… Isso é o que chamamos de fintech embarcada”, diz. “Faça parcerias, porque conseguir pagar uma conta vai ser igual mandar uma mensagem na internet, não é mais algo com valor. Faça parcerias com quem tem negócios complementares aos seus para sua fintech já nascer bombado”, aconselha.

Assista a entrevista completa aqui.

EnglishPortugueseSpanish