Investimentos de Venture Capital no Brasil crescem pelo terceiro trimestre consecutivo, diz KPMG

Investimentos de Venture Capital no Brasil crescem pelo terceiro trimestre consecutivo, diz KPMG

Com as taxas de juros no seu mais baixo nível na história, os investimentos de Venture Capital no Brasil continuam crescendo. Segundo estudo divulgado pela KPMG, a alta é continua desde o primeiro trimestre desse ano. As fintechs ainda são as que mais atraem recursos.

É a combinação perfeita: de um lado, investidores atrás de retornos maiores e de outro, startups em crescimento – a medida em que crescem, pensam em se internacionalizar e precisam cada vez de mais recursos.

“Uma tendência que começamos a observar no Brasil é a de fusões e aquisições entre fintechs que querem se expandir. Por exemplo, empresas de pagamento mirando em adquirentes para ter toda a cadeia de suprimentos dentro de casa. Esse tipo de atividade vai criar companhias muito poderosas no Brasil, o que significa que a concorrência pelos alvos a serem adquiridos será muito grande”, diz Robson Del Fiol, chefe do Emerging Giants na KPMG Brasil.

EnglishPortuguêsEspañol