Banco digital europeu N26 chega ao Brasil com “fila de espera” de clientes

Banco digital europeu N26 chega ao Brasil com “fila de espera” de clientes

Depois de lançar sua operação nos Estados Unidos no ano passado, o N26 – banco digital europeu criado em 2015 – chega ao Brasil e capta cadastros de futuros clientes em uma “lista de espera”, a exemplo do que fez o Nubank quando foi criado.

No site do banco em português, o N26 informa que a operação brasileira será liderada por Eduardo Prota, que tem mais de 10 anos de experiência em grandes organizações como Santander, Monsanto e Cielo e também em startups de meios de pagamentos. Prota esteve também à frente da startup brasileira de mobilidade Tripda, arrecadando US$ 11 milhões em investimentos e lançando operações em 13 países da América Latina e Ásia, além dos Estados Unidos. Também fez parte de um projeto para o desenvolvimento do empreendedorismo na Guiné Bissau e participou em programas de mentoria de startups dos segmentos de mobilidade, finanças e logística.

No ano passado, o N26 atingiu a marca de 1,3 mil funcionários nos escritórios de Berlim (Alemanha), Nova York (EUA) e São Paulo, além dos TechHubs de Barcelona (Espanha) e Viena (Áustria). Em 2019, captou US$ 300 milhões em rodada de investimentos Série D liderada pelo Insight Venture Partners em janeiro, e mais US$ 170 milhões em julho, com participação do fundo GIC, de Singapura, e dos mesmos investidores da primeira rodada.

A primeira versão do produto foi lançada no mercado em 2015. Desde então, 3,5 milhões de pessoas já se tornaram clientes em 26 países. Em 2018, a fintech recebeu aportes de US$ 215 milhões de alguns dos maiores investidores do mundo, como Allianz X, Tencent Holdings Limited, Horizon Ventures (de Li Ka-Shing), Valar Ventures (do fundador do PayPal, Peter Thiel), membros do Zalando Management Team, e EarlyBird Venture Capital.

O B26 foi fundado em 2013 pelos jovens empreendedores austríacos Valentin Stalf e Maximilian Tayenthal, “com o propósito de reinventar a experiência do consumidor com os serviços bancários e adequá-la ao estilo de vida, móvel e digital”.

Fonte: N26

EnglishPortuguês
error: Content is protected !!