Fintechs receberam R$ 9,7 bi em recursos em 2020; foram 101 negócios, dos quais 23 aquisições

Fintechs receberam R$ 9,7 bi em recursos em 2020; foram 101 negócios, dos quais 23 aquisições

As fintechs brasileiras receberam em 2020 R$ 9,65 bilhões em aportes, em 101 negócios. Desse total, 23 foram aquisições. Os dados foram obtidos com exclusividade pelo portal junto à plataforma Sling Hub. O valor corresponde praticamente à metade do que foi investido nos outros 36 setores de startups mapeados pela Sling.

Dezembro foi o mês com mais aportes em fintechs: foram 11 negócios, somando quase R$ 2,8 bilhões, puxados pelos R$ 1,3 bilhão recebidos pelo banco digital C6 e outro, de valor equivalente, pela Creditas.

Considerando todo o ecossistema de startups, foram 471 investidores que atuaram em 452 rodadas. Mais de 300 são fundos de venture capital ou micro venture capital; os Top 5 do ranking de investidores foram Canary (23 negócios), Domo Invest (20), Monashees (15), Redpoint eventures (13) e Kaszek Ventures. Entre os 91 impulsionadores, as aceleradoras lideraram, seguidas das grandes corporações e de fundos de venture capital corporativos.

Foram registradas também 158 aquisições. Os compradores se dividem entre grandes empresas – desde Magazine Luiza, Santander e Stefanini a Embraer e IBM, somando mais de 30 compradores -, outras startups (somente a Stone levou quatro, além da Ame Digital, Nubank, e mais 57 players) e 10 investidores (entre eles BTG Pactual, XP Investimentos e Valid, somando 10 no total).

%d blogueiros gostam disto: