Santander distribui chips de celular da Surf Telecom para alunos de baixa renda

Santander distribui chips de celular da Surf Telecom para alunos de baixa renda

Alunos de universidades parceiras do banco Santander que se inscreverem até o dia 11/2 participarão de uma seleção para receber, em março, um dos 10 mil chips de celular da Surf Telecom. A parceria é a segunda anunciada pela operadora virtual de telefonia móvel com um banco em menos de uma semana – a primeira foi com o mineiro Bmg.

A produção dos chips foi feita pela Surf sem lucro para a empresa. O trabalho faz parte da proposta da Surf de inclusão digital e financeira e vai ao encontro a outros projetos sociais, como a distribuição de chips pelas favelas de Paraisópolis, Coroadinho, Sapopemba, Rocinha e Jardim Panorama.

Já o Santander pretende com a ação dar acesso a educação a distância aos alunos: os chips serão gratuitos por seis meses para dados e voz. “Sem educação não há inclusão”, diz Yon Moreira, presidente da Surf. E, na pandemia, sem internet não há educação.

EnglishPortuguês
%d blogueiros gostam disto: