Fintech Ume usa “rede neural profunda” para dar crédito a negativados

Fintech Ume usa “rede neural profunda” para dar crédito a negativados

A Ume, fintech de crédito que usa Inteligência Artificial e machine learning para dar crédito a negativados, quer conquistar 100 mil clientes em 2021 e atingir uma originação mensal de crédito entre R$ 10 milhões e R$ 12 milhões. A projeção é do sócio e CEO da fintech, Berthier Ribeiro. Segundo ele, 25% da base são negativados e 25% sem acesso a crédito.

A fintech começou a operar no final de 2019 com uma grande varejista e hoje já tem na base 11 parceiros – a intenção é chegar a 35. “Passados alguns meses, vimos que nosso modelo de negócio tinha muita capacidade de encontrar bons pagadores que aos olhos do mercado eram classificados como maus pagadores. A missão da Ume é tornar o crédito mais acessível”, diz. “Estabelecemos uma relação de confiança com o usuário final e com nossos parceiros comerciais”, completa.

Segundo Ribeiro, o crédito é aprovado no ponto de venda em três minutos, ante uma média de 25 minutos. Assista a entrevista completa!

EnglishPortuguês
%d blogueiros gostam disto: