Philippe Schlump, head da Kinea Ventures, revela os planos da gestora para 2021

Philippe Schlump, head da Kinea Ventures, revela os planos da gestora para 2021

Philippe Schlump, head da Kinea Ventures (a gestora de venture capital do Itaú, criada no ano passado), revela que em 2021 deve fechar pelo menos mais dois ou três investimentos, preferencialmente em fintechs. “Nosso interesse maior é por startups que possam agregar ao core business do banco. O negócio precisa já estar em uma fase de geração de receitas, queremos investir em rodadas séries A ou B. O tamanho do cheque pode variar entre R$ 10 milhões e R$ 40 milhões”, diz. A princípio o Brasil é o foco, mas segundo o executivo, fintechs de outros países onde o Itaú atua também poderão receber recursos.

Nessa entrevista para o canal no Youtube do Portal Fintechs Brasil, Schlump cita os motivos que os levaram a escolher a Monkey Exchange para sua estreia – a fintech, focada em antecipação de recebíveis, recebeu US$ 6 milhões em fevereiro. Também conta a história do nascimento da Kinea Ventures e um pouco da sua própria trajetória profissional. Assista!

EnglishPortuguês
%d blogueiros gostam disto: