Fintechs globais atraem mais de US$ 13 bi nos primeiros dois meses deste ano

Fintechs globais atraem mais de US$ 13 bi nos primeiros dois meses deste ano

O financiamento a fintechs nos dois primeiros meses de 2021 ultrapassou US$ 13,4 bilhões. O trimestre nem acabou, mas esse deve ser o maior total trimestral desde o segundo trimestre de 2018, quando o Ant Group levantou US $ 14 bilhões. O levantamento é global, realizado pela consultoria CB Insights e divulgado nesta semana. Em relação ao trimestre anterior, houve alta de 39% – já excluindo o financiamento emergencial de US$ 3,4 bilhões da Robinhood, na trilha dos desdobramentos da “revolta das sardinhas” contra os tubarões de Wall Street.

O boom de investimentos neste trimestre foi distribuído pelas principais regiões do globo. O Brasil aparece no mapa com o Nubank, uma das fintechs alvo das mega rodadas do período, junto com LendInvest, Checkout.com, e MX Technologies. “Enquanto as fintechs continuarem evitando ingressar no mercado de capitais, as mega-rodadas podem continuar atingindo novos máximos”, diz o relatório.

EnglishPortuguês