Dr.Cash quer ser ‘one stop shop’ financeiro para clínicas e hospitais

Dr.Cash quer ser ‘one stop shop’ financeiro para clínicas e hospitais
Lucas Hamú, sócio e COO da Dr.Cash

Ser uma plataforma de soluções financeiras one stop shop para clinicas – médicas, odontológicas, psicológicas ou de procedimentos estéticos. Este é o objetivo da Dr.Cash. Hoje, a fintech já financia necessidades e também os sonhos de pacientes que não contam com a cobertura de um plano de saúde – seja porque não têm, seja porque o plano não cobre o tratamento. Assim, viabiliza às clínicas realizarem mais procedimentos.

“Também antecipamos recursos para quem tem plano que funciona com reembolso, mas não tem ou não quer dispor de suas economias”, diz um dos sócios, fundador e CEO, Gabriel Meireles. “Agora, queremos também oferecer financiamento para fluxo de caixa e para a compra de equipamentos – e talvez entrar em adquirência”, diz Lucas Hamú, sócio de Meireles e chief operating officer (COO).

Segundo os sócios revelaram hoje ao Papo de Fintech, programa no canal do Youtube de João Bezerra Leite (investidor anjo e líder do pool de fintechs da Bossa Nova Investimentos), a pandemia da Covid-19 alavancou os negócios da fintech. A Dr.Cash é uma das fintechs investidas pelo pool.

“Muitas clínicas começaram a enxergar na Dr.Cash uma alternativa neste momento em que os clientes ou perderam o emprego, estão sem crédito, ou mais reticentes em usar o limite do cartão”, diz Hamú. “Além disso, com mais pessoas em home office, estão com mais tempo para cuidar da saúde, e também com mais tempo para ficar em repouso para se recuperar de algum procedimento como um implante dentário ou harmonização facial”, acrescenta. “Nosso recorde diário de financiamento desde 2019, quando começamos, foi atingido na segunda-feira passada, dia 22”, informa Meireles.

Para o prestador do serviço médico, a fintech é uma opção de liquidez: “Pagamos as clínicas em 24 horas, enquanto os cartões de crédito demoram 30 dias”, afirma Hamú.

A Dr.Cash tem hoje mais de 1,8 mil clinicas e hospitais parceiros no Brasil. “São cerca de 50 pacientes financiados por dia; o valor médio é de R$ 4 mil, o que soma uma média diária de R$ 200 mil – ou R$ 5 milhões por mês”, informa Meireles. Segundo o empreendedor, os planos de saúde hoje se preocupam muitos com os procedimentos e os clientes, com inovações dos produtos – mas não com a forma como as pessoas se relacionam com a saúde. “Existe um espaço pouco explorado pelos planos tradicionais, onde a Dr.Cash pode e quer entrar”.

Uma das razões para o crescimento acelerado da Dr.Cash é a tecnologia que permite agilidade: “O paciente entra na clinica, faz o orçamento e já consegue a resposta em segundos. Temos que aprovar mais rapidamente do que uma operadora de cartão”, diz Meireles.

EnglishPortuguês