Pravaler oferece licença parental para todos, participação nos lucros e auxílio trabalho remoto para atrair talentos

Pravaler oferece licença parental para todos, participação nos lucros e auxílio trabalho remoto para atrair talentos

Pioneira e líder no segmento de soluções financeiras para educação, o Pravaler comemora 20 anos de mercado em junho colocando em marcha uma meta ambiciosa. A fintech planeja dar um salto na sua carteira de clientes e chegar à marca de um milhão de estudantes atendidos e R$ 10 bilhões em empréstimos em 2025 – e bater essa meta passa necessariamente por um aumento do quadro de pessoal. Hoje, o Pravaler tem 18 vagas abertas para várias posições de tecnologia, experiência do cliente, risco comercial e produtos, entre outras.  

Para enfrentar o aumento da concorrência no mercado de fintechs, o Pravaler vem caprichando nos benefícios oferecidos. Além de cobrir ofertas de salário, o Pravaler oferece participação nos lucros, planos de saúde e odontológico, day off de aniversário, horário flexível, vale refeição, vale transporte, Gympass – aplicativo que permite acessar academias em todo o país e no mundo – e seguro de vida. Além da licença maternidade de seis meses, oferece licença paternidade estendida – e ambas valem também para casais homoafetivos. Durante a pandemia, o Pravaler incorporou à lista de benefícios o ‘auxílio trabalho remoto’, um cartão de crédito virtual que pode ser utilizado para realizar compras em qualquer estabelecimento e também para pagar contas. 

De acordo com Fernanda Inomata, Head de Assuntos Institucionais e responsável pelas frentes de Gente e Gestão, Comunicação e Agilidade, o maior desafio da empresa na hora de contratar é o mesmo que o de muitas fintechs: preencher as vagas de tecnologia, especialmente as mais seniors, como as que envolvem conhecimentos de inteligência de dados e criação de produtos digitais. “Para preencher essas vagas hoje competimos com empresas de fora do país, movimento que já se delineava, mas que se intensificou após a pandemia”, explica a executiva. Com a tendência do trabalho remoto, ela acredita que a disputa globalizada por talentos deve crescer ainda mais.  

A empresa utiliza diferentes canais para fazer a seleção e recrutamento de pessoas. Desde anúncios na rede social de negócios LinkedIn, até o próprio site da empresa, e também por meio de parceria com algumas escolas de formação e equipe própria de recrutadores. Eventualmente recorre a uma consultoria de RH externa para seleção e recrutamento de vagas mais específicas e/ou concorridas. 

Caça aos talentos

Fernanda explica ainda que, além do conhecimento técnico, é avaliada a competência comportamental do profissional. Esse último quesito muitas vezes é decisivo para a contratação. Além disso, o Pravaler quer contratar gente com afinidade com a cultura da empresa, ou seja, que acredita no seu propósito de transformação pela educação – mas que seja também protagonista da sua própria carreira e queira construir junto. “Trabalhamos em um mercado de muita inovação, precisamos de pessoas inconformadas, questionadoras, que queiram promover melhorias sempre”, diz Fernanda. 

A executiva sabe que hoje as empresas precisam se mostrar não só para o cliente, mas também para o mercado de trabalho. Nesse sentido, o Pravaler usa todos os meios disponíveis para estar mais perto desses talentos que procura. A página da empresa no Instagram está sempre atualizada com conteúdos atualizados sobre inovações, produtos e oportunidades de vagas, que às vezes é anunciada pelo próprio líder que está recrutando como forma para aproximá-lo do talento que ele quer atingir. “Hoje o pessoal de tecnologia não procura mais trabalho. É a gente que tem que ir atrás deles para mostrar a eles que o casamento pode dar certo”, diz Fernanda.   (por Denise Ramiro)

EnglishPortuguês
%d blogueiros gostam disto: