Cristina Junqueira assume presidência do Nubank no Brasil no lugar de David Vélez, agora CEO global

Cristina Junqueira assume presidência do Nubank no Brasil no lugar de David Vélez, agora CEO global
Reading Time: < 1 minute

Na última quinta-feira, o jornal Valor Econômico publicou que Cristina Junqueira, sócia e cofundadora do Nubank, havia assumido a presidência do Nubank, no lugar de David Vélez, outro sócio e fundador, que passou a ser CEO global – o Nubank tem operações na Colômbia e México. A mudança havia aparecido logo na segunda página da apresentação do balanço do banco digital de 2020, publicado em 18 de março último – e explicada em “eventos subsequentes”.

A troca foi feita em 19 de fevereiro, mas não divulgada. Procurado hoje pela redação de Fintechs Brasil, o Nubank enviou uma nota informando apenas que fez uma reorganização na sua estrutura no Brasil. “A mudança é um passo natural para organizar a governança e apoiar a expansão internacional do Grupo”.

O balanço pode ser encontrado aqui. Embora com aumento de 79% nas receitas de intermediação financeira, o prejuízo do banco continuou elevado: R$ 260 milhões – em 2019, foi R$ 310 milhões. “É uma decisão de negócio. Escolhemos, agora, seguir investindo a margem que geramos em times, serviços e produtos, em vez de já realizar lucro. Podemos gerar lucro a qualquer hora, mas, neste estágio da nossa empresa, queremos seguir crescendo junto com os nossos clientes. Esse modelo é adotado por algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo e tem o apoio dos nossos investidores”, disse o banco.

Veja abaixo como ficou a diretoria do banco no país.

EnglishPortuguês
error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: