Creditas tem aumento do prejuízo, que vai a R$ 65 milhões no primeiro trimestre de 2021

Creditas tem aumento do prejuízo, que vai a R$ 65 milhões no primeiro trimestre de 2021

A Creditas , fintech de crédito que cresceu oferecendo operações com garantia em imóveis e hoje é um dos unicórnios brasileiros, reportou aumento do prejuízo, para r$ 65 milhões, no primeiro trimestre deste ano. As receitas foram de R 124,2 milhões devido à reaceleração de crescimento sustentado iniciada no terceiro trimestre de 2020 e à expansão de nossa carteira de crédito. “A contínua alta qualidade de nossa carteira de crédito e a resiliência do mercado de capitais de dívida nos permitiram retomar a trajetória de crescimento acelerado que tínhamos antes do início da pandemia de COVID 19 e resultou em uma captação recorde de novos empréstimos de R $ 420,7 milhões no trimestre”, diz a fintech.

A margem de contribuição (descontando os custos de captação, custos de serviços, provisões de crédito e impostos) foi de 53,1%, uma vez que continuamos a aumentar a alavancagem da carteira de crédito em linha com o trimestre anterior. No primeiro trimestre de 21, concluímos uma instalação de armazenamento de R $ 160 milhões com o BID Invest, um membro do Grupo do BID, dando continuidade à nossa estratégia de diversificar as fontes de financiamento.

EnglishPortuguês