Santander tem lucro recorrente de R$ 4 bi no primeiro tri; acessos digitais crescem 39% em um ano

Santander tem lucro recorrente de R$ 4 bi no primeiro tri; acessos digitais crescem 39% em um ano
Reading Time: < 1 minute

O Santander Brasil apresentou crescimento exponencial em seus negócios digitais: os acessos cresceram 39% em um ano e, em termos de aquisição de novos correntistas, 60% vieram desses canais em março último. Segundo o banco, foram mais de 8 milhões de produtos e serviços contratados por sites e mobile no primeiro trimestre – um aumento na casa dos 70% em relação à marco de 2019.

O lucro líquido gerencial, que não considera ágio de aquisições, de R$ 4 bilhões no primeiro trimestre deste ano, 4% maior que no mesmo período de 2020.

A carteira de crédito ampliada encerrou março com R$ 498 bilhões, 2,9% menor que no final do ano passado. Na comparação anual, a carteira se expandiu em 7,4%. O custo do crédito subiu de 2,5%, no último trimestre de 2020, para 2,6% nos três meses encerrados em março.

A inadimplência acima 90 dias se manteve estável em 2,1% na comparação com o período imediatamente anterior. Já os empréstimos em atraso de 15 a 90 dias cresceram de 2,8% para 3,6%, entre os dois últimos trimestres. As despesas com provisão para créditos de liquidação duvidosa, as chamadas PDDs, somaram R$ 3,914 bi no primeiro trimestre deste ano, 8,45% mais que no último trimestre de 2020.

EnglishPortuguês
error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: