BTG tem alta de 52% no lucro líquido no primeiro trimestre, e receitas crescem 84%

BTG tem alta de 52% no lucro líquido no primeiro trimestre, e receitas crescem 84%

As receitas totais do BTG Pactual alcançaram R$ 2,79 bilhões no primeiro trimestre de 2021, crescimento de 84,2% sobre igual período do ano anterior. O lucro líquido ajustado atingiu R$ 1,197 bilhão, aumento de 51,7% em relação ao primeiro trimestre de 2020. Nos primeiros três meses do ano, a receita operacional chegou a R$ 2,40 bilhões, aumento de 86,1% na comparação anual. O BTG Pactual obteve recorde de captação no primeiro trimestre de 2021, com R$ 76 bilhões de Net New Money (NNM), e o total de recursos de terceiros chegou a R$ 767 bilhões no trimestre, aumento de 79% na comparação com 1T20.

“Tivemos mais um trimestre forte, registrando resultados sólidos e elevado crescimento em todas as linhas de negócio. Continuamos desenvolvendo nossa agenda de aquisições estratégicas para expandir a nossa presença no varejo, oferecer mais produtos e o melhor serviço aos nossos clientes”, disse em nota Roberto Sallouti, CEO do BTG Pactual.

Em março, o BTG Pactual anunciou a aquisição de 100% do capital social da fintech Kinvo, plataforma de consolidação de investimentos. A aquisição amplia o ecossistema do BTG Pactual digital, trazendo complementariedade para o produto. Também em março de 2021, o BTG Pactual fez uma aquisição de participação minoritária na Kawa Capital, gestora de ativos nos EUA. Em abril, o BTG Pactual assinou com a CaixaPar contrato de aquisição de 100% da participação ordinária desta última no Banco Pan por R$ 3,7 bilhões (R$ 11,42 por ação), e a compra da Fator Corretora, umas das mais tradicionais corretoras de valores mobiliários do mercado financeiro Brasileiro.

EnglishPortuguês
%d blogueiros gostam disto: