Warren Buffett compra 1,7% do Nubank, agora avaliado em US$ 30 bi

Warren Buffett compra 1,7% do Nubank, agora avaliado em US$ 30 bi

O Nubank anunciou hoje que recebeu um aporte de US$ 500 milhões da empresa Berkshire Hathaway, do investidor Warren Buffett. A operação foi uma extensão da rodada serie G aberta em janeiro, e outros investidores – entre eles a gestora de recursos brasileira Verde, de Luís Stuhlberger, aplicaram mais US$ 250 milhões. O montante levou a rodada G para US$ 1,15 bilhão, a maior da América Latina – e elevou o valor do banco a US$ 30 bilhões.

Em entrevista ao jornal Wall Street Journal, David Vélez, fundador e CEO global do Nubank, disse que não tem planos de levantar capital adicional, nem pressa de abrir o capital na bolsa (IPO). Os recursos serão usados para ampliar a oferta de produtos, a expansão internacional e a atração de talentos globais.

Com oito anos recém completados, o banco digital disse, em nota, que entra “em um novo momento de desenvolvimento, mais amadurecido”: expandiu sua oferta, que começou como um cartão de crédito, para uma plataforma bancária digital que inclui empréstimo pessoal; produtos de investimentos, seja em fundos na própria plataforma ou na plataforma da Easynvest, corretora digital adquirida em 2020; seguro de vida, que em três meses alcançou cem mil contratos; produtos para microempreendedores; e serviços de pagamentos instantâneo.

“Para nós, no Nubank, ainda é o primeiro dia. Ainda há muito a fazer”, afirma Vélez. “Cerca de 50% da população da América Latina ainda não tem conta bancária. A penetração do cartão de crédito é de, em média, 21%, enquanto nos Estados Unidos este número bate 70%”.

%d blogueiros gostam disto: