Doar uma parte do lucro para causas sociais faz sentido? Para a LinKapital, faz

Doar uma parte do lucro para causas sociais faz sentido? Para a LinKapital, faz

UM CONTEÚDO LinKapital

O modelo de negócio inovador da LinKapital, a mais nova fintech de crédito para empresas do mercado, se baseia em três pilares: tecnologia, originação e mercado de capitais. Apoiada neles, a LinKapital oferece quatro opções de crédito sob medida para o empreendedor.

Mas não é só sobre ganhar – também é sobre doar. Para a LinKapital, fazer o bem é sempre um bom negócio. “Parte integral da nossa filosofia de vida e da nossa estratégia de negócio é compartilhar. Somos do tamanho que compartilhamos”, diz o CEO e sócio da fintech, Renato Hersz. A fintech é profundamente comprometida com o capitalismo consciente e justiça social.

Para a LinKapital, exemplo é tudo. “É muito importante que todo mundo com uma posição de liderança hoje na sociedade dê o exemplo. Devemos trazer o CPF para o CNPJ. Faz 10 anos que destino de 10% a 20% da minha renda líquida a causas sociais que eu acredito. A LinKapital deve ser um reflexo das crenças dos sócios, e todos acreditamos nisso”, afirma.

Corrente do bem

A LinKapital vai fazer mais do que doar sozinha, vai envolver os clientes no mesmo propósito.  No processo da contratação do empréstimo, a empresa vai escolher para qual causa quer que a LinKapital direcione um percentual de todo lucro da operação.

Para o CEO, esse incentivo tem duas perspectivas: a do exemplo e a da behavior finance.  Hersz cita Dan Airely, professor da Duke University, autor de vários best sellers e considerado um dos maiores especialistas globais no tema – e a política bem sucedida de giveback que introduziu na insurtech Lemonade.

“A proposta tem um impacto na construção da relação com o cliente, mas também tem outro lado: quando as coisas não vão bem para o cliente, lembramos que as coisas vão melhorar e ele deve manter seu comportamento positivo de doar”. Ou seja, mesmo que o cliente não consiga pagar a parcela do empréstimo, ele recebe um link com o boleto para fazer a contribuição para a instituição com a qual se comprometeu.

O exemplo da insurtech Lemonade

Co-Founders:


Renato Hersz, CEO

Hector Benitez,CTO
Luter Filho,CMO/CCO
Bruno Chiminazzo, COO
Fausto Morais, CSO

Quer saber mais sobre Juros que fazem sentido? Acesse http://www.linkapital.com.br e http://www.agenteK.com.br

Siga-nos no LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/linkapitalbr/

EnglishPortuguês
%d blogueiros gostam disto: