Seleção ‘100 Startups to Watch 2021’ tem 14 fintechs, sete a menos do que em 2020

Seleção ‘100 Startups to Watch 2021’ tem 14 fintechs, sete a menos do que em 2020
Reading Time: 2 minutes

Em sua quarta edição, a seleção 100 Startups to Watch 2021, projeto das consultorias Elogroup e Innovc em parceria com as revistas Pequenas Empresas & Grandes Negócios e Época Negócios, trouxe apenas 14 fintechs – sete a menos do que em 2020, que teve 21. Em 2019, foram 11 e em 2018, nove. Apenas a Celcoin está em todas as edições – mas algumas, como Asaas, Warren e Magnetis aparecem em mais de uma.

Neste ano, algumas fintechs apareceram pela primeira vez no ranking, como o Linker e a Bom Pra Crédito (BPC). Alem disso, houve aumento das plataformas multimoedas, ou seja, aquelas que além da moeda local, também trabalham com ativos em Blockchain (Bitcoin e outras Altcoins). Se na lista de 2020, as startups eram focadas em empréstimo, crédito e/ou bancos; na lista deste ano, vemos as fintechs adotando alternativas que fogem do formato bancário tradicional. O Mercado Bitcoin, por exemplo, umas das startups da lista, é a plataforma que negocia o utility token da Moss, a solução digital para créditos de carbono

“Ser reconhecido como uma das empresas com maior potencial do segmento é a confirmação de que o banco está no caminho certo”, diz David Mourão, CEO e cofundador do Linker, banco digital e plataforma de soluções financeiras para os pequenos e médios empreendedores. “Somos um acelerador de negócios, ajudamos o empreendedor a ter sucesso. O mais bacana do 100 Startups to Watch é que eles conseguiram entender o tanto que é bom e efetivo para o ecossistema e para o crescimento das verticais. Acreditamos que esse reconhecimento será duradouro, e com certeza já estamos fazendo a diferença na vida do empreendedor”, completa.

Já a BPC também é uma fintech de crédito, mas com foco em pessoas físicas. O marketplace tem mais de sete milhões de clientes, mais de 35 instituições parceiras e uma carteira de R$ 900 milhões, informa Rafael Rodrigues, diretor comercial da fintech.

“Além da grande quantidade de parceiros que oferecemos, o que permite aos tomadores terem acesso à concorrência e portanto a taxas mais baixas, aportamos inteligência de análise ao processo”, diz. “Quase todos os as instituições financeiras associadas usam nossos dados e análises para determinar o risco das operações; assim, podem cobrar mais barato pelos empréstimos realizados com a nossa intermediação”, explica.

Para elencar os participantes, o 100 Startups to Watch faz uma completa análise de dados, cujo objetivo é entender quem são as startups com maior potencial de inovação e crescimento no ano atual. Ao todo, dez setores são analisados, entre eles: agronegócio, educação, finanças, impacto, marketing e vendas, transporte e logística, recursos humanos e serviços. Veja abaixo as fintechs escolhidas pela edição 2021:

Accountfy: Plataforma digital de gestão financeira para empresas | Site oficial
Alter: Conta digital focada em altcoins | Site oficial
Bom Pra Crédito: Plataforma online de empréstimos | Site oficial
Celcoin: Maquineta no celular para vender recarga de celular, pagamento | Site oficial
Dootax: Plataforma digital para a simplificação do pagamento de tributos | Site oficial
Gyra+: Plataforma online de empréstimos para pequenas e médias empresas | Site oficial
Linker: Banco digital para empresas | Site oficial
Mercado Bitcoin: Plataforma de criptomoedas e ativos digitais | Site oficial
Pontte: Plataforma online de crédito e financiamento para mercado imobiliário | Site oficial
Predify: Sistema de inteligência artificial para precificação de produtos | Site oficial
QueroQuitar: Plataforma de negociação de débitos financeiros | Site oficial
Swap: Plataforma de permuta de produtos ou serviços | Site oficial
Ulend: Plataforma de empréstimos coletivos P2P | Site oficial
Z.ro Bank: Banco digital multimoedas | Site oficial

EnglishPortuguês
error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: