“Não somos só uma fintech mexicana, somos uma fintech latina”, diz o líder da Clara no Brasil, onde as operações começam em julho

“Não somos só uma fintech mexicana, somos uma fintech latina”, diz o líder da Clara no Brasil, onde as operações começam em julho
Layon Costa, da Clara

“Não somos só uma fintech mexicana; somos uma fintech latina, que começou no México, chegou ao Brasil e logo estará em outros países da região”. A afirmação é de Layon Jorge Costa, líder no Brasil da Clara, fintech especializada em gestão de gastos corporativos. Em entrevista ao canal do Youtube do Portal Fintechs Brasil, Costa disse que as operações começam para valer por aqui em outubro. Segundo ele, as expectativas para o negócio no Brasil são otimistas, “dada a excelente recepção que a startup teve no Mexico”, por onde começou: em dois meses, já tem centenas de clientes. A Clara já atende unicórnios brasileiros a partir do México, como Creditas e Ebanx. Além do aporte de investidores no valor de US$ 30 milhões que recebeu no mês passado, a fintech finaliza uma captação de US$ 50 milhões para financiar seus clientes

%d blogueiros gostam disto: