Universidade de Cambridge começa coleta de dados da segunda edição da pesquisa global sobre fintechs e a Covid

Universidade de Cambridge começa coleta de dados da segunda edição da pesquisa global sobre fintechs e a Covid

O Centro de Finanças Alternativasda Universidade de Cambridge (Cambridge Centre for Alternative Finance – CCAF), o Fórum Econômico Mundial e o Grupo do Banco Mundial começaram a coletar dados para a segunda edição da pesquisa Covid-19 Global FinTech Rapid Assessment Study. Fintechs brasileiras que quiserem participar podem responder às perguntas aqui. O prazo vai ate final de setembro, e os resultados serão divulgados em dezembro. O Portal Fintechs Brasil é parceiro da etapa brasileira.

A primeira edição pesquisou cerca de 1.400 fintechs de 169 países. O estudo foi lançado em um evento de lançamento transmitido globalmente que atraiu mais de 45.000 espectadores.

“Dada a persistência do Covid-19 globalmente e a importância das fintechs em facilitar pagamentos e remessas, fornecer empréstimos e seguros, levantar capital e oferecer serviços financeiros essenciais para milhões de consumidores e MPMEs durante estes tempos turbulentos, julgamos que essanova edição seria importante”, diz Felipe Ferri, pesquisador associado à Universidade.

Neste ano, o estudo tem como objetivo pesquisar fintechs globais que estão atualmente operando em 14 verticais FinTech primárias e em mais de 180 países. “A pesquisa coletará dados importantes do mercado para informar o desenvolvimento da indústria FinTech, assim como a elaboração de políticas e regulamentações baseadas em evidências, já que o ritmo da digitalização nos serviços financeiros provavelmente continuará a se acelerar”, diz Ferri.

%d blogueiros gostam disto: