Mercado Pago começa a oferecer crédito em “mar aberto”, para vendedores da plataforma

Mercado Pago começa a oferecer crédito em “mar aberto”, para vendedores da plataforma

O Mercado Pago anunciou hoje que começou a oferecer crédito em “mar aberto”, para os vendedores da fintech e da plataforma Mercado Livre. Antes, esses vendedores tinham acesso somente ao crédito na modalidade pré-aprovada. O Mercado Pago registrou no último trimestre mais de 8,3 milhões de vendedores únicos, além de 12 milhões de vendedores da plataforma Mercado Livre.

“Nosso objetivo é tornar o crédito cada vez mais mais acessível e simplificar os processos, facilitando os caminhos de quem precisa de uma injeção de capital para tomar fôlego ou dar um passo adiante e aproveitar uma oportunidade de negócio”, explica Túlio Oliveira, vice-presidente do Mercado Pago.

“Com o Open Finance, os vendedores também poderão trazer suas informações para o Mercado Pago de forma segura, e usufruir de melhores condições e taxas de crédito, além de outras soluções nas áreas de conta e pagamentos”, completa Oliveira.

Segundo Renato Burin, head do Mercado Crédito no Brasil, a oferta em mar aberto também será importante para apoiar os vendedores na retomada pós-pandemia. Não por acaso, levantamento do Sebrae aponta que, mesmo com aceleração da oferta, cerca de 30% de MEIs e microempresas que solicitaram crédito não tiveram acesso nas instituições tradicionais em maio e junho deste ano, aumentando a dificuldade ainda para aqueles que não têm histórico, garantias ou documentação necessária.

Segundo a empresa, a partir do desktop ou do aplicativo, será possível solicitar uma oferta de crédito em alguns cliques, e ter a análise feita em até 4 dias úteis. Após a análise de crédito e liberação do limite, o vendedor pode acessar a área, escolher a quantidade de parcelas desejada e, ali mesmo, já enxerga o cálculo da taxa de juros – inclusive de cada parcela -, bem como o custo final do crédito que está contratando. Na área Mercado Crédito, o cliente pode conferir ainda as parcelas que ainda faltam, data de vencimento, além de antecipar o pagamento.

As modalidades disponíveis são capital de giro – com parcelamento em até 24 meses), crédito com amortizações flexíveis, “dinheiro express” (crédito de curto prazo para contratação e pagamento em até 7, 14 ou 21 dias).

%d blogueiros gostam disto: