Santander anuncia aumento da rede de atendimento a MPEs; em 18 meses, emprestou R$ 2,5 bi a 1,5 milhão de pessoas

Santander anuncia aumento da rede de atendimento a MPEs; em 18 meses, emprestou R$ 2,5 bi  a 1,5 milhão de pessoas

Até dezembro deste ano, o Santander planeja expandir sua rede de atendimento a micro e pequenos empreendedores de 1,3 mil para 1,6 mil municípios. O número aponta crescimento de 23% em relação à cobertura atual. Com isso, por meio do Programa Prospera Santander Microfinanças, o Banco almeja conquistar cerca de 300 mil clientes, que se somarão ao 1,5 milhão de empreendedores assistidos até hoje. A ampliação do atendimento tem como foco os estados do Amazonas, Acre, Belém, Rondônia, Roraima, Ceará, Maranhão e Bahia.

Durante a pandemia, a instituição financeira já concedeu R$ 2,5 bilhões a profissionais como costureiras, donos de salões de beleza e bares, revendedoras de cosméticos, entre outros. Além dos recursos, o Prospera oferece orientação ao cliente sobre gestão e auxilia no mapeamento de oportunidades de negócios.

Desde a criação do programa, a estratégia do Santander foi a de levar o Agente Prospera ao público, e não o contrário, evitando que o cliente se desloque até uma agência bancária, localizada muitas vezes a quilômetros de distância. O modelo é o de aval solidário, em que os tomadores de recursos são reunidos em pequenos grupos que se tornam responsáveis pela adimplência de cada um – hoje mais de 95% dos atendidos mantêm os pagamentos em dia.

A tecnologia é uma forte aliada. O agente verifica se a atividade está constituída há mais de seis meses e qual a capacidade de geração de resultado, podendo conceder o crédito de imediato. Atualmente, a visita é realizada com tablets integrados ao sistema de crédito, o que possibilita o desembolso remoto e em até duas horas – para a concessão do recurso, o empresário não precisa ter histórico de relacionamento com o banco.

Leia também:

%d blogueiros gostam disto: