Goldman Sachs compra a fintech GreenSky nos EUA; negócio é avaliado em US$ 2,24 bi e será concluído até o começo de 2022

Goldman Sachs compra a fintech GreenSky nos EUA; negócio é avaliado em US$ 2,24 bi e será concluído até o começo de 2022

O Goldman Sachs anunciou hoje a compra da fintech GreenSky, que atua como uma plataforma para empréstimos para reformas e procedimentos de saúde, em um negócio avaliado em cerca de US$ 2,24 bilhões. O gigante bancário espera que o negócio seja concluído no quarto trimestre de 2021 – ou no máximo até o primeiro trimestre de 2022 -, incorporando a rede de mais de 10 mil representantes da GreenSky.

O Goldman planeja integrar a fintech à sua divisão de banco direto Marcus – o CEO David Solomon disse que o banco usará a plataforma da GreenSky para promover a Marcus para consumidores e comerciantes.

A GreenSky conecta bancos a consumidores que buscam crédito via aplicativo. Criada em 2006, com sede em Atlanta, a GreenSky já concedeu crédito a cerca de 4 milhões consumidores. A fintech abriu o capital em 2018 com avaliação de cerca de US$ 4 bilhões.

Leia também:

%d blogueiros gostam disto: