Startup de investimentos Gank recebe aporte de R$ 8 milhões liderada pela Canary para iniciar operação

Startup de investimentos Gank recebe aporte de R$ 8 milhões liderada pela Canary para iniciar operação
Breno Fortuna, CEP da Gank - foto: Keiny Andrade

Gank, startup de investimentos que possibilita a negociação de ativos em uma plataforma única onde investidores conseguem se conectar e trocar informações, recebeu um aporte de R$ 8 milhões. Com o montante, a empresa dará o pontapé inicial em sua operação. A rodada de investimento foi liderada pela firma de venture capital Canary e contou com participação da Global Founders Capital (GFC).

A Gank nasce com o objetivo de criar uma comunidade para a conexão e troca de informações entre investidores dentro de um ambiente intuitivo, gratuito, inclusivo e com uma plataforma de negociação integrada. Fundada e comandada por Breno Fortuna, empreendedor com passagens pelo banco global Rothschild e pela startup Mimic, a novidade chega ao mercado em outubro.

“Nas últimas duas décadas, a maior barreira para o investidor era o acesso direto ao mercado financeiro. Com a popularização das plataformas de investimento, o problema tornou-se a tomada de decisão. Principalmente para os pequenos investidores, que não dispõem de suporte personalizado para a gestão da sua carteira”, afirma Breno Fortuna. 

“Para esse grupo, investir é como um jogo de um único jogador. Com a Gank, vamos criar um ambiente multiplayer, no qual o usuário vai estar conectado com pessoas em que confia, sejam elas influenciadores, consultores financeiros, amigos ou parentes. Assim, poderá trocar informações, avaliar quais são as melhores oportunidades do mercado e tomar melhores decisões para montar seu portfólio”, diz.

A plataforma da Gank será totalmente gratuita e não cobrará taxas dos investidores para a negociação de ativos. Inicialmente, o home broker disponibilizará apenas investimentos em ações. Futuramente, a plataforma facilitará investimentos em criptomoedas, fundos, ativos de renda fixa, ativos no exterior, entre outros.

“No universo dos games, a palavra gank é utilizada para descrever o momento em que um jogador se junta aos seus companheiros contra um adversário ou para conquistar um objetivo. O termo está muito relacionado com nosso propósito, de unir e conectar pessoas para que possam resolver problemas em comum. Por isso, batizamos o app com este nome”, conclui Breno Fortuna.

“Estamos muito animados com o que Breno e seu time estão construindo na Gank. Acreditamos que ele tem as habilidades e a visão necessárias para mudar o jogo no mundo dos investimentos e construir um negócio de peso e impacto”, adiciona Marcos Toledo, sócio da firma de venture capital Canary.

Leia também:

%d blogueiros gostam disto: