Dock compra BPP de olho no crescimento do negócio de BaaS no Brasil, que pode chegar a US$ 14 bi em 2025

Dock compra BPP de olho no crescimento do negócio de BaaS no Brasil, que pode chegar a US$ 14 bi em 2025
Fred Amaral, CPTO da Dock

A Dock, um dos principais players em tecnologia para meios de pagamentos e digital banking na América Latina, acaba de anunciar a aquisição da BPP, Instituição de Pagamento regulada pelo Banco Central que assim como a Dock é especializada em Banking as a Service (BaaS). Com a conclusão da operação (sujeita à aprovação do Banco Central do Brasil), a Dock passará a se integrar diretamente ao Sistema Financeiro Nacional (SFN).

Segundo estudo da Americas Market Intelligence (AMI) encomendado pela Dock, o mercado potencial de BaaS no Brasil, em 2021, é da ordem de US$ 7 bilhões (R$ 38 bilhões), e deve dobrar até 2025.

A compra da BPP transforma a Dock de fornecedor em fintech. Segundo a Dock, ela já abocanha uma boa fatia desse mercado, com R$ 4 bilhões transacionados mensalmente. Mas, até agora, a empresa dependia de parcerias com fintechs. Com a aquisição, os clientes da Dock terão mais uma opção para transacionar no SPB. Abrem-se também novas oportunidades para a Dock, como a de prover o serviço de participante indireto no SPI por meio do seu canal direto.

“Estrategicamente, aceleramos nossa integração direta ao Sistema Financeiro Nacional, adicionamos grandes nomes à nossa carteira de clientes e ampliamos as soluções oferecidas”, diz Antonio Soares, CEO da Dock.

Com a aquisição, a Dock, que já atende diversos segmentos, como varejo, mobilidade, instituições financeiras, startups e fintechs, terá um portfólio consolidado de mais de 200 clientes e parceiros e cerca de 300 milhões de transações mensais.

“Vamos continuar oferecendo os nossos dois modelos de serviço: Software as a Service (SaaS) e Banking as a Service (BaaS). Construirmos e operarmos tecnologia para as nossas próprias entidades reguladas cria um grau maior de confiança dos nossos clientes em nossas soluções”, complementa Frederico Amaral, Chief Product & Technology Officer da Dock.

A aquisição da BPP abre um novo capítulo no setor e dá sequência a projetos relevantes anunciados recentemente. Em agosto, a companhia unificou suas três marcas (Conductor, Dock e Muxi) sob um novo branding para a marca Dock, reforçando seu posicionamento como a primeira empresa do mercado a oferecer serviços completos em soluções tecnológicas de ponta a ponta para os setores de Emissão de Cartões, Digital Banking, Adquirência e Riscos & Compliance. Em outubro, a Dock comunicou o mercado sobre a incorporação de três novos membros independentes em seu Conselho, todos oriundos de companhias globais de tecnologia e serviços financeiros – Patricia Pomies, COO da Globant, Mark Shifke, CFO da Billtrust e Sam Schrauger, Global Head de Payments do Airbnb e Chairman e CEO do Airbnb Payments Inc.

Leia também:

%d blogueiros gostam disto: