Modal entra no segmento de empresas com a compra da LiveOn, de BaaS, e agrega 68 parceiros ao seu ecossistema

Modal entra no segmento de empresas com a compra da LiveOn, de BaaS, e agrega 68 parceiros ao seu ecossistema

O Modal acaba de anunciar a compra da LiveOn, de Banking as a Service (BaaS). A empresa, que desenvolve plataformas financeiras por meio do conceito de white label, traz 68 parceiros em carteira para se juntar ao ecossistema do Modal.

Com a iniciativa focada no segmento B2B2C, o Modal vai oferecer a experiência de um banco digital para empresas dos mais variados segmentos, públicos e tamanhos. A iniciativa marca também a entrada do Modal no segmento de PJs.

A aquisição da LiveOn se insere no contexto de uma série de aquisições estratégicas de fortalecimento do ecossistema financeiro Modal, e tem por objetivo multiplicá-lo para novos clientes ao desenvolver soluções personalizadas à cada parceiro, de acordo com seu nicho de mercado.

“Nossa visão é a de que o mercado financeiro será muito mais conectado ao dia a dia das pessoas e necessariamente mais fluido, permitindo uma experiência hiperpersonalizada. Os serviços financeiros, no conceito de XaaS – Everything as a Service, estarão em qualquer parceiro, de forma mais democrática e nichada. Isso é um reflexo natural dos benefícios do open finance. A LiveOn nos permite acelerar muito a entrega desse futuro com tudo que já realizou nos últimos 6 anos” explica Cristiano Ayres, CEO do Modal.

O plano do Modal é ampliar o acesso de produtos e serviços financeiros a empresas de qualquer porte ou segmento – tais como conta digital, pagamento via QRCode, cartão pré-pago, Pix, saque, link de pagamento, serviços de crédito, seguros, etc. E a materialização do XaaS se dará por meio da integração com as demais ofertas disponíveis em seu ecossistema, tais como plataforma de investimento (IaaS – Investment as a Service), conteúdos de análises (RaaS – Research as a Service), materiais de educação financeira e câmbio.

“Com uma estrutura bancária robusta como a do Modal, que tem mais de 25 anos de trajetória e a chancela do Credit Suisse, nos tornamos ainda mais competitivos. Agora, a LiveOn deixa de ser uma infratech para oferecer também curadoria em produtos, serviços, conteúdo e inteligência de mercado para os parceiros, evoluindo o conceito de BaaS”, afirma Lucas Montanini, CEO da LiveOn.

Leia também:

%d blogueiros gostam disto: