Banco digital next, do Bradesco, entra na onda do marketplace com cashback, para se firmar como plataforma digital

Banco digital next, do Bradesco, entra na onda do marketplace com cashback, para se firmar como plataforma digital
Renato Ejnisman, CEO do next

Às vésperas da Black Friday, o next, banco digital do Bradesco, inaugurou seu marketplace próprio. Batizado de nextShop a iniciativa visa consolidar a estratégia de plataforma digital do next, e reforçar o relacionamento com o cliente atendendo demandas com serviços além do universo financeiro. “A fronteira entre os mundos financeiro e de varejo está cada vez mais tênue. O cliente quer praticidade e conveniência para realizar seus objetivos do dia a dia em um aplicativo no qual confia e em que pode gerenciar seus recursos”, afirma Renato Ejnisman, CEO do next.

O nextShop tem mais de 13 mil ofertas em telefonia, eletroeletrônicos, eletrodomésticos, eletroportáteis, acessórios, informática e games. A estreia conta com diversos varejistas, com cashback que varia entre 7,5% e 10%. Cada parceiro apresenta um percentual fixo de cashback, válido para todos os produtos anunciados. Todos os cartões de crédito – do next e de outros bancos – são aceitos, e as compras podem ser feitas em até 12 vezes sem juros. Os clientes poderão armazenar os dados dos cartões utilizados dentro do app para futuras compras, como em uma carteira digital.

A operação do nextShop será comandada por Leandro Zuntini, head de marketplace do next – área que compõe a vertical de Novos Negócios comandada por Urada. Com experiência de oito anos em e-commerce, Zuntini vem do Magazine Luiza e da Netshoes, onde implementou as operações de marketplace. Entre as missões de Zuntini está a ampliação das categorias de produtos e parceiros de negócios, prevista para 2022. “Nossa meta é atender um público cada vez mais amplo e diversificado. Vamos trazer, no ano que vem, players de vestuário/moda, casa e decoração, saúde e beleza e mídia, entre outros”, indica Zuntini.

O next atingiu, ao final de outubro, 8,3 milhões de clientes – um crescimento de 149% comparando com o mesmo mês do ano passado.

Leia também:

%d blogueiros gostam disto: