SumUp e BNDES lançam FIDC de R$ 230,7 mihões para 370 mil microempreendedores e autônomos

SumUp e BNDES lançam FIDC de R$ 230,7 mihões para 370 mil microempreendedores e autônomos

Uma parceria entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a SumUp, fintech de soluções financeiras para micro e pequenos negócios, vai disponibilizar R$ 230,7 milhões para cerca de 370 mil empreendedores investirem na manutenção ou expansão de seus negócios.

A operação será feita por meio do FIDC Brasil Microcrédito, da SumUp, que contará com um aporte de R$ 200,7 do banco público e mais R$ 30 milhões da fintech. Além das micro e pequenas empresas, pessoas físicas que exerçam atividade econômica, autônomos poderão recorrer ao recurso.

O valor médio de crédito será de R$ 2.800, com juros de até 3,5% ao mês. A Genial Investimentos liderou a oferta e o fundo será gerido, administrado e custodiado pelo Banco Genial.

Um dos principais focos do fundo é levar microcrédito a negócios de regiões brasileiras com menos acesso a financiamentos e baixo desenvolvimento socioeconômico. A solução de empréstimos da SumUp já está sendo ofertada para clientes da fintech e deve ser ampliada nas próximas semanas.

“Os nano, micro e pequenos negócios foram muito afetados pela pandemia. E, ao contrário de empresas maiores, eles têm muita dificuldade para conseguir crédito. Queremos ajudar esse público a obter empréstimos de forma simples e rápida, sem burocracia”, diz Leonardo Vieira, diretor de crédito da SumUp.

A captação faz parte da Chamada Pública para Seleção de Fundos de Crédito para Micro, Pequenas e Médias Empresas, realizada pelo BNDES. O banco espera disponibilizar, por meio desse programa, cerca de R$ 4 bilhões para reforçar o crédito aos pequenos negócios face aos efeitos econômicos e sociais da pandemia.

O fundo é o quinto contratado por meio da Chamada Pública. Além da SumUp, receberam recursos da chamada as propostas das empresas CashMePlural, Captalys, SRM e Cielo.

Leia também:

%d blogueiros gostam disto: