Quantidade de unicórnios brasileiros dobra em 2021, para 18; cinco são fintechs, mas só duas delas entraram para o clube neste ano

Quantidade de unicórnios brasileiros dobra em 2021, para 18; cinco são fintechs, mas só duas delas entraram para o clube neste ano

Estudo divulgado hoje 29/12 pela Sling Hub aponta que o Brasil tem 18 unicórnios atualmente – dos quais nove nasceram neste ano. A lista exclui quem já fez abertura de capital (IPO), como Nubank, Stone, Vtex e 99. Com essa ressalva, existem apenas cinco fintechs brasileiras que são unicórnios – e destas, só duas, Mercado Bitcoin e CloudWalk, entraram para o seleto clube neste ano.

Isso significa que embora 2021 tenha sido pródigo em aportes para fintechs, a quantidade delas no festejado grupo não aumentou proporcionalmente no ano que passou. Ainda assim, são a maioria dos unicórnios brasileiros. E entre os três que se tornaram unicórnio em tempo recorde está uma fintech, o C6 Bank – que chegou ao status dois anos após sua fundação. Outra fintech, a Creditas, subiu em outro pódio: é o terceiro unicórnio que mais comprou outras startups – cinco.

O nascimento de unicórnios brasileiros neste ano que já está acabando foi o maior desde 2018. Onze dos 18 dos unicórnios tem entre 5 e 10 anos de vida, e a maioria (cinco deles) virou mítico com uma mega rodada série E.

Abaixo, o histórico (em inglês) das cinco fintechs unicórnios brasileiras, segundo a Sling Hub.

%d blogueiros gostam disto: