XP fecha acordo para comprar o Modal pagando com 19,5 milhões de suas ações, o que significa um “prêmio” de 35%

XP fecha acordo para comprar o Modal pagando com 19,5 milhões de suas ações, o que significa um “prêmio” de 35%

O Banco Modal assinou um acordo com a XP para venda de até 100% do negócio. O pagamento será em 19,5 milhões de ações classe A de emissão da XP Inc., que representa um prêmio de 35% sobre a média de preço dos últimos trinta dias do Banco Modal. Anteontem, a XP havia anunciado a compra da Suno Asset e Suno Research – a fatia e o valor não foram revelados.

“A XP Inc. e o Banco Modal, que juntos representam ainda uma pequena fração do mercado em que atuam, vão acelerar o processo de disrupção que vem acontecendo na indústria financeira no Brasil, caracterizada por um alto potencial de crescimento e poucos players dominante”, disseram, em nota.

Em setembro de 2021, a XP Inc. e o Banco Modal tinham juntos 3,8 milhões de clientes ativos, enquanto os cinco maiores bancos brasileiros somavam 457 milhões clientes totais com relações bancárias e 175 milhões de clientes com operações de crédito, sem excluir duplas contagens. Em termos de receita líquida, nos últimos doze meses até setembro de 2021, a XP Inc. e o Banco Modal totalizaram R$11,8 bilhões versus R$427 bilhões gerados pelos cinco maiores bancos brasileiros.
 

O principal interesse da XP é na plataforma aberta de investimentos ModalMais. O ecossistema atende clientes finais (B2C e B2B), e também parceiros (B2B2C) que procuram uma solução de serviços financeiros white label integrada (Modal as a Service), que será reforçada pela integração com o Grupo XP.
 

“Com o Modal conseguimos antecipar e acelerar parcerias com nossos clientes corporate através da plataforma única e bem estabelecida do Modal as a Service. Também é importante ressaltar que ter o Cristiano, que será membro do nosso Comitê Executivo, e todos os outros sócios, colaboradores e parceiros do Banco Modal se unindo ao nosso sonho grande só é possível devido a um forte alinhamento cultural e visão de longo prazo”, disse O CEO da XP Inc., Thiago Maffra.


“Tudo que idealizamos para o Modal será agora maior e mais rápido com a XP, e isso não seria possível sem um claro alinhamento cultural desde o início, dado que compartilhamos o DNA de empreendedorismo, o foco no cliente e a visão legítima de que o mercado financeiro deveria ser mais conectado às vidas das pessoas, com uma experiência personalizada e acessível. Estamos muito confiantes com a complementariedade de nossos modelos de negócios e com as oportunidades de crescimento e rentabilidade que poderemos atingir no longo prazo”, disse o CEO do Banco Modal, Cristiano Ayres.
 

O Banco Modal permanecerá independente e segregado, apesar de fazer parte do Grupo XP e acessar sua infraestrutura, know-how e tecnologia, aproveitando sinergias de receitas e melhorias na experiência do cliente, que devem ser ainda mais relevantes.
 

%d blogueiros gostam disto: