Creditas capta US$ 260 milhões em uma rodada Série-F, que avalia a empresa em US$ 4,8 bilhões

Creditas capta US$ 260 milhões em uma rodada Série-F, que avalia a empresa em US$ 4,8 bilhões
Fundador e CEO da Creditas - Sergio Furio

A Creditas, fntech especializada em credito com garantia em imóveis, automóveis e salários, acaba de captar US$ 260 milhões em uma rodada Série-F, que avalia a empresa em US$ 4,8 bilhões, elevando o patrimônio total levantado para US$ 829 milhões em seis diferentes rodadas de captação de recursos. A startup deve abrir o capital na Bolsa ainda neste ano, mirando uma avaliação entre US$ 7 e US$ 10 bilhões.

A rodada Série-F traz a Fidelity Management and Research Company (“Fidelity”) como um novo acionista-chave da Creditas. Outros novos investidores incluem o fundo espanhol Actyus e Greentrail Capital. Os atuais acionistas QED Investors, VEF, SoftBank Vision Fund 1, SoftBank Latin America Fund, Kaszek Ventures, Lightock, Headline, Wellington Management e Advent International, por meio de sua afiliada Sunley House Capital, também participaram da rodada.

Em nota, a fintech disse que vai acelerar sua estratégia. “A empresa continuará investindo na expansão das operações para oferecer uma plataforma cada vez mais completa, incluindo produtos fintech, seguros e soluções de mercado. Isso está consolidando a Creditas como uma solução completa para quem busca uma experiência digital-first em tudo relacionado a suas casas, carros, motos e benefícios salariais”.

“Temos um crescimento significativo pela frente em várias avenidas, incluindo soluções financeiras para nossos marketplaces inovadores Creditas Auto (mercado de carros), Creditas Store (plataforma de comércio eletrônico com um modelo de compra-agora-pagamento-dedutível em folha de pagamento) e Voltz (o maior fabricante de produtos elétricos motocicletas no Brasil). Além do Brasil, estamos acelerando o crescimento no México, um mercado que após 18 meses de operação provou ser um motor estratégico para o crescimento. Acreditamos que a Creditas pode se tornar um verdadeiro disruptor no mercado mexicano, podendo democratizar o acesso a produtos financeiros e soluções de consumo”, diz Sergio Furio, fundador e CEO da Creditas. “Planejamos continuar crescendo nutrindo e expandindo nosso ecossistema, fornecendo soluções financeiras para nossos clientes do mercado, lançando novos produtos, ampliando nosso alcance geográfico (incluindo nossa recente entrada bem-sucedida no México e a expansão de nosso hub de tecnologia em Valência, Espanha) e buscando seletivamente oportunidades estratégicas de M&A.”

O comunicado pode ser lido na íntegra aqui.

Leia mais

“Nubank de 2022”: unicórnios Ebanx e Creditas preparam IPOs bilionários para este ano

Creditas, Neon e PicPay ainda contabilizam prejuízos, mas outras sete fintechs e bancos digitais entram no azul

%d blogueiros gostam disto: