Ebanx contrata Paula Bellizia, ex VP do Google para a América Latina, como presidente de pagamentos globais

Ebanx contrata Paula Bellizia, ex VP do Google para a América Latina, como presidente de pagamentos globais
Paula Bellizia, Ebanx

Paula Bellizia, ex-vice-presidente de marketing do Google para a América Latina, acaba de ser contratada como presidente de Pagamentos Globais da Ebanx.

No cargo, Bellizia vai comandar as equipes globais de Vendas, Marketing, Operações e Expansão da fintech brasileira nas Américas, Europa e Ásia.

A executiva, que se torna sócia da Ebanx, vai integrar o time do CEO, João Del Valle.

“O Ebanx tem uma trajetória consistente, lançando produtos e serviços que abrem muitas portas: de negócios a um mercado consumidor, de consumidores às melhores marcas, e de uma economia digital que cria cada vez mais acesso e fomenta ecossistemas”, diz Paula.

A executiva anunciou sua saída do Google na semana passada. Ela havia sido contratada pelo Google em outubro de 2020, vinda da Microsoft, onde era vice-presidente de Vendas, Marketing e Operações para a América Latina.

A profissional teve duas passagens na Microsoft, somando quinze anos no total. Também foi country manager da Apple e diretora de vendas para América Latina do Facebook.

A executiva entra para o time do Ebanx após a fintech anunciar a abertura do escritório no México, um dos 15 países em que possui operações.

No ano passado, a empresa contratou para o cargo de CFO Alexandre Dinkelmann, que já havia desempenhado essa função na Totvs, entre 2011 e 2014, além de ter uma passagem de 10 anos no BTG Pactual.

Fundada em 2012 em Curitiba, a Ebanx processa os pagamentos de brasileiros para gigantes como Spotify, Airbnb e Alibaba.

Nos últimos anos, ela vem crescendo em outros países da América Latina, que já representam 40% dos negócios. 

No final do ano passado, a Ebanx deu uma tacada para diversificar os negócios, ao comprar a Remessa Online, um serviço de remessa de dinheiro para o exterior, por US$ 229 milhões.

A empresa está capitalizada, depois de ter captado US$ 430 milhões com a Advent.

Segundo documentos confidenciais revelados pela Bloomberg, o Ebanx espera ser avaliada em US$ 10 bilhões depois da abertura de capital nos Estados Unidos.

%d blogueiros gostam disto: