Bloxs compra fintech BID Token para alavancar investimentos em precatórios e outros créditos judiciais

Bloxs compra fintech BID Token para alavancar investimentos em precatórios e outros créditos judiciais
Felipe Souto, CEO da Bloxs

A Bloxs, especializada em investimentos alternativos, acaba de anunciar a aquisição da BID Token, legal/fintech que atua como um marketplace conectando os detentores de créditos judiciais, seus advogados e advisors com investidores institucionais interessados nessa classe de ativos, como precatórios (municipais, estaduais e federais), créditos trabalhistas, cíveis ou ainda créditos oriundos de processos falimentares superavitários.

O movimento faz parte da estratégia de expansão da Bloxs, que iniciou suas atividades no final de 2018 exclusivamente como plataforma de crowdfunding e, desde a sua primeira rodada de investimento via venture capital em 2020, vem crescendo de forma consistente a cada trimestre, com novas unidades de negócios dentro do Bloxs for Business, uma plataforma que atua como um “Investment Banking Digital”.

Com a aquisição, que envolve gatilhos para troca de participação, a BID Token será incorporada a Bloxs e Felipe Trevisani, fundador da fintech, assumirá a liderança da vertical de ativos judiciais e distressed assets do grupo.

“Certamente, juntos vamos aumentar nossa capacidade de originação e análise de oportunidades, o que possibilitará atendermos de forma mais célere e eficiente a demanda dos diversos fundos de investimentos já cadastrados em nossa plataforma e que, com o tempo, serão migrados para a Bloxs for Business”, afirma Trevisani.

De acordo com Felipe Souto, CEO e fundador da Bloxs, este é um marco importante e dá o tom de como será o ano de 2022: “Para atingirmos nosso objetivo de simplificar o ambiente para a realização de negócios no mercado de capitais, é fundamental somarmos esforços com pessoas que compartilham o mesmo sonho e querem fazer algo grande, com propósito e que gere valor no equity para todos. Este é o primeiro de outros movimentos similares que faremos este ano”, conclui Souto.

Os ativos judiciais vêm ganhando uma relevância importante junto aos investidores institucionais, family offices e alocadores de recursos em geral, o que levou a um movimento recente por parte de diversas gestoras de recursos em lançarem os seus fundos de investimento com este foco. Atender a demanda destes veículos por ativos de qualidade em teses consolidadas e devidamente analisadas por um time jurídico especializado é o objetivo da Bloxs nesta nova vertical de negócios, que vem somar a vertical de DCM (Debt Capital Market) já operacional.

BID Token foi criada em 2020 para digitalização do trabalho do originador de ativos, proporcionando uma pré-analise dos ativos e encaixe de teses para o investidor institucional resolvendo uma grande dor do segmento: a qualificação e endereçamento dos ativos alinhados a tese e demanda do investidor institucional. 

Leia mais:

Balko finaliza rodada de R$ 5,2 milhões para investimentos em precatórios federais

Bloxs lança opção de investimento coletivo em vinhos finos; meta é captar R$ 5 milhões

Hurst Capital adquire participação na IBID, passa a tokenizar recebíveis e amplia oferta de investimentos alternativos

%d blogueiros gostam disto: