Depois de vender carteira de clientes para a Guide, fintech de investimentos sim;paul ‘repassa’ sua equipe de tecnologia para a Warren

Depois de vender carteira de clientes para a Guide, fintech de investimentos sim;paul  ‘repassa’ sua equipe de tecnologia para a Warren
Sócio fundador e CTO da Warren, André Gusmão. Foto: Omar Freitas

Depois de vender sua carteira de clientes para a Guide em 20 de janeiro, a fintech de investimentos sim;paul “repassou” toda sua equipe de tecnologia para a Warren.

Há seis meses, a plataforma idealizada por João Silveira em 2018 sonhava alto: o plano da fintech era chegar a R$ 50 bilhões em gestão de grandes fortunas em 2022. Mas desde sua estreia no mercado, em dezembro de 2020, vem sentindo a pressão da entrada no mercado de concorrentes como a Warren – e a reação de incumbentes como a pioneira XP e o BTG no modelo de agentes autônomos de investimentos.

A Warren, por acaso, é de Porto Alegre, assim como a tradicional corretora Solidus, comprada pela sim;paul na largada, em dezembro de 2020.

A venda da carteira de R$ 1,2 bilhão de ativos sob custódia da sim;paul para a Guide envolveu serviço de gestão de fundos, clubes e carteiras administradas, além do relacionamento com agentes autônomos associados à sim;paul – e viabilizou a abertura de um escritório próprio da Guide em Porto Alegre.

Warren quer R$ 40 bi até o final do ano

Já a Warren informou que seu movimento visa conquistar uma fatia maior do mercado de investimentos e se consolidar como uma referência em tecnologia. Foi a segunda aquisição da plataforma no segmento tech neste ano – a primeira transação foi com a catarinense Box TI, anunciada no mês passado. Ambos os negócios foram do modelo conhecido internacionalmente como “acqui-hiring”, em que a compra de uma (ou toda) parte envolve manter a equipe.

A meta da Warren é alcançar a meta robusta de R$ 40 bilhões sob gestão em 2022 e ficar entre as três maiores instituições de investimentos do Brasil.

São 40 novos colaboradores, entre eles desenvolvedores, analistas de dados, designers e Product Managers. Os novos talentos se unirão ao time atual de tech da Warren para desenvolver novos produtos e funcionalidades.

“Tivemos uma sinergia cultural e visão sobre os desafios em tecnologia do mercado financeiro muito forte. Iremos continuar trazendo novas soluções e inovações no setor, mas desta vez com um propósito e um time muito maior”, declara Bruno Nunes, CTO da sim;paul, que na Warren será responsável pelas áreas de tecnologia da corretora institucional, da gestora e pelas frentes de operações.

Para André Gusmão, CTO da Warren, o grande diferencial do time é a expertise no mercado financeiro. “Conseguimos achar uma maneira de trabalhar juntos trazendo o time da sim;paul para somar com o nosso. Para nós, são as pessoas que fazem a diferença e promovem as mudanças”, completa Gusmão.

%d blogueiros gostam disto: