Ícone do site Fintechs Brasil

“Achar que mulher não pode ocupar posições de liderança fora das áreas jurídica e de RH hoje em dia é muito cafona”

Jihane, Mareska e Bianca

“Ainda tem gente no Brasil que acha que mulher não pode ocupar posições de liderança fora das áreas jurídica e de RH. Que pensamento mais cafona. No mercado internacional este é um preconceito já superado”.

O recado foi dado por Mareska Tiveron, advogada especializada em risco e compliance, durante a live realizada no último dia 8/3, Dia Internacional da Mulher. Mareska foi a primeira mulher a ocupar um cargo de diretora na fintech Zoop, de Banking as a Service.

Durante o bate papo ao vivo, Mareska, Jihane Halabi e Bianca Lopes, coordenadoras do livro Brasil Fintech, deram vários outros recados importantes.

“Chega dessa desculpa de que não há mulheres competentes o suficiente para assumir cargos e funções no mercado financeiro e de tecnologia. Existe sim, e muitas!”, disse Jihane, que também é advogada especializada em fintechs, sócia do escritório Halabi e Chang.

O livro de mais de 350 páginas foi escrito pelas três e outras 28 mulheres incríveis e atuantes no mercado de fintechs. “A nossa maior dificuldade foi selecionar apenas 31 mulheres e 31 temas para o primeiro livro”, diz Jihane. As três avisam que o livro é o começo desse movimento e que não vão parar por aí – a edição em inglês, por exemplo, já está no forno.

“Tem muita coisa ainda a fazer para colocar mulheres em posições de liderança. Organizações do futuro já começam a ter consciência de que é preciso criar um lugar inclusivo, um lugar de fala, de colaboração”, alerta Bianca. “As empresas estão sendo avaliadas por isso na hora de levantar capital. Não é possível ter uma governança inclusiva sem um time de liderança e estratégia tão diverso quanto o público consumidor”.

Assistam a live para conhecer melhor essas três mulheres incríveis, lindas, empáticas, poderosas e inspiradoras!

PS: Devido a um problema técnico de áudio na primeira metade da transmissão, o vídeo foi editado e legendado posteriormente. Portanto, mesmo para quem acompanhou ao vivo, vale a pena ver de novo!

Sair da versão mobile