Unicórnio social? O alt.bank se identifica. A fintech quer ‘levar justiça financeira’ para todos

Unicórnio social? O alt.bank se identifica. A fintech quer ‘levar justiça financeira’ para todos
Fabio Silva, alt.bank

Valer um bilhão de dólares ou impactar um bilhão de vidas? O fundador do alt,bank, o britânico Brad Liebmann, assinalou a segunda opção quando decidiu criar sua segunda startup. “Somos um unicórnio social. O propósito é levar justiça financeira para todos, e não apenas aos desbancarizados”, diz Fabio Silva, country manager do alt.bank no Brasil.

Inaugurado há pouco mais de dois anos, o alt.bank oferece uma conta de pagamentos e, agora, está lançando seu cartão de crédito. Segundo Silva, seus clientes são acima de tudo poupadores, preocupados com planejamento financeiro. Por isso, os cartões trazem duas funções diferentes – construtor de crédito e limite dinâmico – para “ensinar” o usuário a tirar o melhor partido do produto.

O alt.bank já recebeu US$ 12 milhões em aportes de investidores.

Assista para saber mais!

%d blogueiros gostam disto: