CURTAS DO DIA: Noh, demissões em massa, HerMoney e mais…

CURTAS DO DIA:  Noh, demissões em massa, HerMoney e mais…
  • Fintech Noh comemora R$ 1 milhão em transações – A Noh, carteira digital compartilhada para dividir despesas entre casais, atingiu R$ 1 milhão em pagamentos, em dois meses após lançar seu primeiro cartão. A notícia está na newsletter da Noh, assinada pela sócia fundadora Ana Zucato, A empresária revela, ainda, duas novidades no app. A primeira é para os usuários novos: já tesá liberado fazer login e receber código por WhatsApp. A segunda é que já dá pra fazer upload da CNH digital na hora de abrir a conta. Fonte: Noh
  • Demissões em massa nas fintechs: A Nomad, fintech que permite aos brasileiros a abertura de conta corrente e investimentos de forma digital nos EUA, acaba de cortar cerca de 20% do seu quadro de funcionários, o que representaria mais de 50 pessoas. O motivo? Crise financeira global. O enxugamento do time ocorre três meses depois que a Nomad anunciou um aporte de US$ 32 milhões (cerca de R$ 160 milhões, no câmbio da época). Na captação, a empresa foi avaliada em mais de R$ 1 bilhão.A Nomad se junta a uma lista de fintechs como Provi, Ebanx, Quanto, Bitso e SumUp, que anunciaram desligamentos em massa nos últimos meses, atribuindo os cortes à deterioração do cenário macroeconômico com inflação e juros altos. A Hash, que oferece soluções de banking as a service (BaaS) e estava na lista das 250 fintechs mais promissoras do mundo conforme a CB Insights, também fez demissões. No último corte, cerca de 58 pessoas foram desligadas, de acordo com reportagem da coluna Capital, d’O Globo. Fonte: Finsiders
  • HerMoney, de Fortaleza, entra para o Learning Village: As empreendedoras cearenses da HerMoney, Andrezza Rodrigues, CEO da companhia, e Beatriz Furtado, COO, trazem a expertise financeira voltada às empreendedoras mulheres do País. Utilizando o WhatsApp com integrações com API e Openbanking, o aplicativo desenvolvido tem como meta a educação financeira para companhias emergentes, possuindo uma comunidade própria. Deste modo, é possível gerir dados automáticos e seguros, com venda de produtos e soluções financeiras adequadas à realidade de cada mulher. A companhia é a primeira startup nacional a oferecer uma plataforma de gestão financeira para PMEs fundada por mulheres e a mais nova – e a única liderada por empreendedoras – a conquistar o prêmio Startup Revelação no Startup Awards 2k21, considerada a premiação mais importante do ecossistema de inovação do País. “Como uma fintech que somos, nosso objetivo no Learning Village vai além da conexão, mas, também, a busca de apoio da comunidade para escalar o nosso negócio em termos de estrutura e abrangência geográfica”, explica Andrezza Rodrigues. O Learning Village – primeiro hub de inovação e tecnologia da América Latina com foco em educação e desenvolvimento de pessoas, idealizado pela HSM e SingularityU Brazil anunciou quatro novas companhias, das quais três estão fora do eixo de São Paulo, Minas Gerais e região Sul – maioria em número no Learning Village, atualmente. “Estamos olhando sempre para novidades: tanto para startups e seus impactos nas empresas, com soluções inovadores, como também para tudo que tende a ser disruptivo e exponencial. E ver que destas quatro novas, três estão fora de São Paulo, nos traz a certeza desta capilaridade para o sistema que queremos construir, fortalecendo o nosso hub em todo o País”, avalia Alvaro Machado, COO do Learning Village e SingularityU Brazil. Fonte: Learning Village

Leia tudo que rolou nos últimos dias aqui

%d blogueiros gostam disto: